Comunidad

Las cuatro estaciones: Invierno. Diosa anciana, aquella que sabe

Las cuatro estaciones: Invierno. Diosa anciana, aquella que sabe

Por Miriam Takahashi, Brasil

En diciembre de 2018, monté una tienda roja en mi cuarto, mientras esperaba a llegar mi sangre. Esta vez, no sólo plantaría mi luna. Estaba inspirada para hacer un arte devocional, por todas mis relaciones femeninas.

Entonces cuando mi luna llegó, separé un poco de mi sangre mezclé con aceite esencial y creé a la Diosa anciana, la que sabe.

Dibujé con mi sangre menstrual en tejido de algodón, una espiral, una diosa anciana, que representa la llegada de mi sangre, como me siento: más intuitiva y sabia. Hay cintas de satén presas en esta bandera, y cada cinta una oración

También hice una poesía.

A continuación foto de la obra de arte devocional y la poesía. Esta es parte de tres banderas más. Son las cuatro estaciones. La Diosa anciana, representa el invierno.

Oración: Dame sabiduría para seguir mi verdad

Fig.1. Bandera lunar de oración: cosmos: Oraciones que son llevadas por el viento

Poesía de la Diosa Anciana

“Diosa Anciana:

Mientras sus cabellos están siendo acariciados por el viento,

Lleve mis oraciones de bienaventuranza

a todas las mujeres de mi relación,

las que vinieron antes de mí,

del presente

y de las generaciones futuras.

“Lleva todo mi amor y gratitud a ellas.”

Después que terminé de dibujar, la Diosa Anciana. Ella pidió hacer las cuatro estaciones del año. Entonces faltaban tres banderas: otoño, primavera y verano.

Miriam –Estudar e praticar sabedorias ancestrais do feminino de algumas culturas me libertaram de várias amarras e sensação de vazio que me consumia por viver numa sociedade patriarcal. Fiz  também várias formações focado no “funcionamento” do corpo e  espirito feminino. Atualmente, estou Moon Mother Mentora, terapeuta menstrual, ativadora de tenda Vermelha e Gineterapeuta e continuo estudando e praticando as ferramentas que aprendo.  Auxilio mulheres a se entenderem através do seu ciclo menstrual,  conjugado com outras ferramentas, a fim de melhorar sua relação consigo mesma, uma relação mais amorosa e saudável;  através dos atendimentos, círculos femininos,  celebrações e  Ritos de Passagem.

https://www.facebook.com/miriam.takahashi.71

Instagran: mia.tak

IDIOMA ORIGINAL

As quatros estações: inverno. Deusa anciã, aquela que sabe

 

Em dezembro de 2018, eu montei uma tenda vermelha em meu quarto, enquanto aguardava chegar o meu sangue. Desta vez, não iria apenas plantar minha lua. Estava inspirada para fazer uma arte devocional, por todas as minhas relações femininas.

Então quando a minha lua chegou, separei um pouco do meu sangue misturei com óleo essencial e criei a Deusa anciã, aquela que sabe.

Desenhei com meu sangue menstrual em tecido de algodão, uma espiral, uma deusa anciã, que representa a chegada do meu sangue, como me sinto: mais intuitiva e sábia. Há fitas de cetim presas nesta bandeira, e cada fita uma oração

Fiz também uma poesia.

A seguir foto da obra de arte devocional e a poesia. Esta faz parte de mais três bandeiras. São as quatros estações. A Deusa anciã, representa o inverno.

 

 

Oração: Dai-me sabedoria para seguir a minha verdade

 

Fig.1. Bandeira lunar de prece: cosmos:  Orações sendo levadas pelo vento

 

 

Poesia da Deusa Anciã

 

“Deusa Anciã:

Enquanto seus cabelos estão sendo  acariciados pelo  vento,

Leve as minhas preces de bem-aventurança

a todas as mulheres de minha relação,

aquelas veio antes de mim,

do presente

e das gerações futuras.

Leve todo o meu amor e gratidão a elas.”

 

Depois que terminei de desenhar, a Deusa Anciã. Ela pediu para fazer  as quatros estações do ano. Então faltavam três bandeiras: outono,  primavera e verão.

 

1Comment
  • Ieda Martins
    Posted at 08:25h, 21 julio Responder

    Parabéns, Miriam!
    Senti sua essência em cada palavra. E, dessa forma, tive a sensação de que seu caminho está sendo percorrido/construído..
    Um abraço

Post A Comment

Translate »